Arte e solidariedade marcam o 4º Leilão Solidário

No dia 5 de maio foi realizado o 4º Leilão Solidário, um evento beneficente promovido pela Associação Vidas, organização privada e sem fins econômicos de Aracruz/ES, que arrecada fundos para entidades da região.

Neste ano, a arrecadação foi destinada à reforma, ampliação e modernização do Hospital São Camilo, em Aracruz, e Hospital Rio Doce, em Linhares. Com o investimento, os hospitais poderão ter sua estrutura preparada para atender melhor à população dos dois municípios.

A Intercores, que em 2017 patrocinou o 3º Leilão Solidário, atuou novamente como patrocinadora, e propôs uma temática artística que agregou um belo contraste ao ambiente descontraído e rústico do leilão. Com o tema “Solidariedade que deixa a vida mais colorida”, montamos um estande em forma de exposição que apresentava ao público obras de artistas capixabas, com quadros, telas e móveis, todos generosamente cedidos pelos artistas.

Clara Nahas criou uma delicada pintura em aquarela; o fotógrafo Hid Saib contribuiu com uma de suas obras do Projeto Neon; enquanto o artista Wagner Veiga doou algumas peças de sua Coleção Bico de Pena ES. A empresa Caixotin, uma loja online de móveis de design assinado, cedeu um criado-mudo feito à mão para contribuir com a causa.

Nosso propósito era mostrar a importância da arte no imaginar e no sentir. Buscamos emocionar e envolver o público com a beleza das obras e incentivar uma atitude que enche o mundo de cor: fazer o bem. O evento foi um grande sucesso, e o público estava curioso com a exposição. Todas as obras foram leiloadas e todo o valor arrecadado foi doado às instituições apoiadas pela Associação Vidas.

Para Luiz Mateus, diretor da Intercores, apoiar causas solidárias faz bem a todos, tanto a quem doa quanto quem recebe. “Acreditamos na importância de eventos como esse, e pra gente é um grande prazer contribuir com a causa. Em 2019, a Intercores já é presença confirmada no Leilão Solidário!”, comenta.
A expectativa para o ano que vem é manter o perfil artístico, explorando o espaço e instigando ainda mais o público, sendo não só uma oportunidade de arrecadação, mas de entretenimento durante o evento.